PARA QUE JUSTIÇA CLIMÁTICA?

E-book GRATUITO para

aprofundar seu conhecimento, democratizar informações e

ações sobre justiça climática

Preencha o formulário e baixe agora!

 A nossa empresa está comprometida a proteger e respeitar sua privacidade, utilizaremos seus dados apenas para fins de marketing. Você pode alterar suas preferências a qualquer momento.

SOBRE O E-BOOK

Muito se tem discutido sobre os impactos e as consequências, cada vez mais presentes no nosso dia a dia das mudanças climáticas. Secas, crise hídrica, furacões, enchentes, tempestades, elevação dos níveis dos oceanos, alteração do regime de chuvas, todos esses eventos têm consequências diretas em algum setor da vida moderna, seja produzindo impacto na agricultura, na produção de alimento, nas ocupações urbanas, no gerenciamento dos recursos hídricos ou na matriz energética. 


Ao acompanhar os noticiários é possível perceber que os efeitos da mudança climática têm sido cada vez mais comuns e sua intensidade tem aumentado ao longo dos anos.


O que você vai encontrar no e-book:

  • O que significa Mudança Climática
  • Justiça na Era da Mudança
  • Construção histórica da Justiça Climática
  • Brasil e suas pluralidades
  • À deriva na maior crise do século
  • Bibliografia

GRUPO DE TRABALHO

Somos um grupo de trabalho de Justiça Climática do Climate Reality Brasil que no ano de 2021/2022 aprofundou a discussão sobre o tema no Brasil. Foi uma jornada muito interessante que resultou neste e-book que tem como objetivo democratizar o conhecimento de um tema

tão relevante para nosso país!

Esse grupo de trabalho é parte do The Climate Reality Project que é uma organização global fundada em 2006 pelo ex vice-presidente dos EUA e Nobel da Paz Al Gore.


Nossa missão é catalisar soluções para

crise climática abordando a pauta de forma transversal para impactar todos

os setores da sociedade. 


Por isso, recrutamos, treinamos e mobilizamos pessoas para se tornarem líderes climáticos. E após o treinamento,

se tornam membros de uma rede global, fomentando network e criando projetos ambiciosos que aceleram a justa transição para uma economia de baixo carbono.

Justiça climática no Brasil: a consciência do coletivo vem, aos poucos, despertando para

a urgência e a necessidade de ações concretas de adaptação.

A justiça climática é uma questão de direitos humanos e fere os direitos resguardados pelo artigo 3o da Declaração Universal dos Direitos Humanos como o direito à vida, o direito à autodeterminação, o direito ao desenvolvimento, o direito à saúde, alimentação, moradia adequada, acesso a água e saneamento e aos direitos culturais.

APROFUNDE SEU CONHECIMENTO

BAIXE AGORA SEU E-BOOK